Para reduzir golpes, Pix terá limite de R$ 1 mil entre 20h e 6h

0
157

Quem costuma usar o Pix como meio de transferência bancária deve ficar atento a novas regras. Entre as medidas estabelecidas pelo Banco Central, está o limite de R$ 1.000 para operações com a modalidade entre pessoas físicas – incluindo microempreendedor individual – entre 20h e 6h, inclusive para transações entre contas do mesmo banco. Ainda não há data para as novas determinações.

A regra também vale cartões de débito e TED. O objetivo é aumentar a segurança e reduzir a vulnerabilidade dos sistemas às ações de criminosos. 

O BC também pretende estabelecer prazo mínimo de 24 horas e máximo de 48 horas para a efetivação de pedido do usuário, feito por canal digital, para aumento de limites de transações com Pix, TED, DOC (Documento de Ordem de Crédito), transferências intrabancárias, boleto, e cartão de débito. 

Com as novas regras, o cliente poderá estabelecer limites diferentes no Pix nos períodos diurno e noturno, permitindo valores menores durante a noite, por exemplo. 

Outra mudança é que os clientes poderão cadastrar previamente contas que poderão receber Pix acima dos limites estabelecidos, mesmo mantendo a quantia máxima baixa para as demais transações. Para evitar que o cadastro seja feito durante um sequestro ou roubo, será estabelecido um prazo mínimo de 24 horas para o registro. 

Fonte: Yahoo Brasil