Entrevista exclusiva – PORTAL CAETANOS: Médica esclarece as dúvidas sobre o novo coronavírus.

0
544

A endocrinologista dra Sarah Carolinne Matos, tira as principais dúvidas sobre o surto da pandemia do COVID-19 (Coronavírus). Confira a entrevista exclusiva com a médica.

 

 

Imagem/PC: Endocrinologista dra. Sarah Carolinne Matos

O que é COVID-19 e como surgiu?

COVID-19 (do inglês Coronavírus Disease 2019) é uma doença infeciosa causada por um vírus respiratório da família dos coronavírus. Foi identificado pela primeira vez em seres humanos em dezembro de 2019 na cidade de Wuhan, na China e acredita-se que seja de origem animal. Esse vírus é transmitido por gotículas contidas em saliva, espirro, tosse ou aperto de mãos (esta última, a principal forma de contágio), mas também através de objetos ou superfícies contaminadas como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador, etc.

Quais são os sintomas?

Os mais comuns são febre, tosse ou dificuldade para respirar.

Cerca de 80% dos casos confirmados são leves ou assintomáticos e a maioria recupera sem sequelas, mas requer isolamento por 14 dias. 15% dos pacientes tem infeções graves que necessitam internação hospitalar e 5% tem quadro crítico com necessidade de terapia intensiva.

Qual é o exame para diagnóstico?

O diagnóstico é suspeito com base nos sintomas e fatores de risco e confirmado a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou coleta de secreções da boca e nariz com auxílio de um cotonete (´´swab´´)).

Já existe algum tratamento?

Não há tratamento especifico até o momento. Os cuidados ofertados são suporte dirigidos aos sintomas apresentados pelo paciente.

Quais são os cuidados essenciais para casos suspeitos ou confirmados?

Isolamento em casa por 14 dias;

Não receber visitas;

Manter ao menos 02 metros de distância das demais pessoas;

Usar lenços descartáveis para higiene nasal;

Utilizar máscara comum. Caso não esteja disponível, cobrir o rosto após tossir ou espirrar e lavar as mãos imediatamente após;

Não compartilhar objetos pessoais como talheres, pratos, copos e toalhas.

Desprezar o lixo com 02 sacos plásticos e aguardar 72 horas antes de jogar fora;

Mantenha os ambientes limpos e bem ventilados.

Quais são os meios de prevenção?

Lavar as mãos com frequência até a altura dos punhos com água e sabão. Na sua falta, utilize álcool gel;

Evitar tocar os olhos, nariz e boca;

Tossir no antebraço ao invés da mão;

Cumprimentar as pessoas à distancia;

Evitar aglomerações, em especial com mais de 10 pessoas;

Higienizar com frequência os objetos, em especial o celular e brinquedos das crianças;

Durmir bem, ter uma alimentação saudável e praticar atividade física.

Qual a importância do isolamento?

Foi demonstrado que se circulamos livremente, o vírus se dissemina de forma muito rápida (cerca de 03 vezes mais que uma gripe comum) e muitas pessoas são infectadas ao mesmo tempo. Maior número de doentes significa maior demanda de leitos de enfermaria e UTI e maior risco de sobrecarga do sistema de saúde e falta de recursos para dar o suporte necessário para todos os casos.

Quando mais distantes permanecermos das outras pessoas, através do isolamento físico, menos pessoas serão contagiadas e o sistema de saúde consegue suprir as necessidades de cada um.

Poderia passar algumas recomendações médicas?

Sim. Pacientes portadores de diabetes, doença cardiovascular, doença pulmonar e câncer possuem maior risco de complicações, sendo indicado maior precaução.

Casos assintomáticos ou leves devem evitar idas ao pronto-socorro para evitar maior sobrecarga do serviço e chance de contagiar a doença para outras pessoas. Em caso de dúvidas, o ideal é manter contato com um médico de sua confiança.

A utilização de máscaras cirúrgicas é recomendada apenas para pessoas suspeitas de estar infetadas ou para os cuidadores de pessoas infetadas, mas não para o público em geral.

Evite ir ao mercado em horário de pico.

Evite compras exageradas e desnecessárias. Quando sobra para um, falta para o outro.

Se exercite ao ar livre.

Respeite o próximo. Respeite as regras.

Fique tranquilo, mas atento às medidas de precaução.

Observação: Caso fique com alguma dúvida ou precise de orientações, a dra. Sarah Carolinne, fica disponível para esclarecimento através do Instagram: https://www.instagram.com/drasarahcarolinne/

Crédito: Dra. Sarah Carolinne Matos
Direção Artística: Kevin Yure Ribeiro