Contra privatização, Correios decretam greve em todo o país

0
120
Os funcionários dos Correios decretaram greve sem tempo definido em todo o país. A categoria reivindica, principalmente, a privatização da estatal e a redução de salários e benefícios. A decisão de parar surgiu após a estatal rejeitar mediação feita pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) com funcionários. Segundo nota divulgada no site da Federação Interestadual dos Empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Findect), “a decisão foi uma exigência para defender os direitos conquistados em anos de lutas, os salários, os empregos, a estatal pública e o sustento da família”. 
 
Os trabalhadores exigem que o reajuste salarial de 0,8% seja reconsiderado, assim como a remoção de pais e mães do plano de saúde como dependentes, melhores condições de trabalho e outros benefícios. Segundo Amanda Corcino, presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos de Brasília (SINTECT), a empresa quer retirar também vales alimentação e refeição.
Fonte: correiobraziliense