Secretários estaduais de Educação de todo o país se reúnem para debater a Base Nacional Comum Curricular

0
83

Secretários estaduais de Educação de todo o país participaram, em São Paulo, nesta segunda-feira (25), da II Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed), onde foram debatidas estratégias para o setor, incluindo a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A BNCC deve determinar os conhecimentos e habilidades essenciais que todos os estudantes brasileiros das três etapas da Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio), devem aprender. Os currículos serão definidos considerando as especificidades de cada localidade e região do país. O secretário da Educação da Bahia, Walter Pinheiro, participou das atividades.

Pinheiro destacou que a Bahia foi um dos primeiros estados a realizar um seminário estadual para debater a BNCC, ainda em 2016, e que diversas atividades foram realizadas para ouvir estudantes e educadores para a construção do Currículo Bahia. “Estamos levando coordenadores pedagógicos para todas as escolas, inclusive, a partir de concurso público, e estamos implementando um novo perfil de oferta, baseado no que colhemos em encontros que tivemos com todos os diretores de escolas. Firmamos parcerias estratégicas, inclusive com o Google, para que a tecnologia seja uma ferramenta utilizada para fortalecer o eixo pedagógico e, neste sentido, fizemos formação com mais de 23 mil professores numa exitosa parceria com a Universidade Federal da Bahia, e estamos realizando duas jornadas pedagógicas por ano em cada escola da rede”, frisou Pinheiro.

O secretário também falou do esforço da Secretaria para criar um curso de Tecnólogo na Educação Profissional, a partir de parcerias com instituições de Ensino Superior, para que os Centros de Educação Profissional no Estado passem a ofertar também esta modalidade de nível superior. “Temos dialogado com as instituições públicas de ensino superior aqui na Bahia para construir novos cursos de Tecnólogo, ampliando o itinerário da Educação Profissional e passando a ofertar o acesso ao Ensino Superior dentro dos nossos centros da Educação Profissional”, destacou. Pinheiro citou ainda a importância da valorização das culturas identitárias territoriais, das competências cognitivas e socioemocionais, além da contextualização da sala de aula com a Educação no século XXI, na construção do Currículo Bahia.

O evento contou com a presença do ministro da Educação, Rossieli Soares, e da secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Mec, Ivana de Siqueira.