Secretaria da Educação do Estado divulga projetos selecionados para a 7ª FECIBA

0
120

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, nesta sexta-feira (27), o resultado dos projetos de iniciação científica selecionados para a 7ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). Este ano, a feira acontecerá durante o XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação, que será realizado de 4 a 8 de junho, pela primeira vez na Bahia.

“A FECIBA é uma das iniciativas por meio da qual estamos estimulando os nossos estudantes no estudo das Ciências e no interesse pela pesquisa científica, fazendo com que despertem para suas vocações e revelem suas capacidades criativas. É, sobretudo, um momento em que os alunos apresentam o resultado dos projetos desenvolvidos em sala de aula, orientados pelos professores, que têm relação com os lugares onde eles vivem e que, geralmente, apresentam soluções para problemas vivenciados pelas suas comunidades”, afirmou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, ao destacar o significado da realização da FECIBA no Virtual Educa. “Incluímos a realização da FECIBA na programação do Virtual Educa para que estas experiências estudantis possam ser acessadas pelos participantes, motivando, ainda mais, os nossos estudantes para o mundo da pesquisa”, acrescentou.

Nesta edição da FECIBA foram submetidos 404 projetos de iniciação científica, dos quais foram selecionados 240 para apresentação. A ação envolverá a participação direta de 480 estudantes e de 240 professores orientadores dos projetos selecionados. São projetos desenvolvidos por estudantes e professores orientadores do Ensino Fundamental II, do Ensino Médio e da Educação Profissional e Tecnológica da rede estadual de ensino.  Dentre os principais temas abordados, destacam-se meio ambiente, sustentabilidade e empreendedorismo social.

A coordenadora do Programa Ciência na Escola, Shirley Costa, fala sobre a importância da FECIBA para o fazer ciência em sala de aula. “Temos observado que estes projetos têm amadurecido bastante ao longo dos anos, pois os estudantes estão com um olhar mais crítico, observando melhor o entorno de suas comunidades para buscar problemas locais para pesquisar e, isso, é bastante produtivo, porque podemos perceber que eles estão preocupados com uma convivência melhor em sociedade à medida em que buscam soluções que emergem desse convívio”, destacou.

Acesse a lista dos projetos selecionados no Portal da Educação: www.educacao.ba.gov.br