Published On: sex, out 13th, 2017

Estudantes de Poções apresentam projetos científicos em feira escolar de ciências

Share This
Tags

Os estudantes do Colégio Estadual Eurides Santana, localizado no município de Poções, apresentaram, nesta quarta-feira (11), 24 projetos científicos durante a IV Feira de Ciências da unidade escolar, que teve como tema “Poções, Bahia, Brasil: Espaço, Ambiente e Cultura”. A feira, aberta à comunidade, visa o incentivo à iniciação científica dos estudantes e os projetos apresentados buscam solucionar problemas existentes na sociedade.

Segundo a diretora do colégio, Cleide Jane Sousa, as feiras escolares são essenciais para o aprendizado dos estudantes. “Nos estandes montados na feira, os estudantes têm a oportunidade de mostrar seus projetos científicos que objetivam dar um retorno à comunidade, pois são voltados para identificar e solucionar problemas de cunho social, ambiental, econômico e cultural”, destaca a gestora.

A estudante Bruna Palmeira, 16, 2º ano, apresentou com sua equipe o projeto “As nascentes do Rio das Mulheres: cuidar para não morrer”. “Nosso projeto visa sensibilizar a população sobre a importância da preservação das nascentes do rio localizado em nossa cidade. Além disso, ele propõe a criação de mecanismos para a revitalização das nascentes, exemplo de realização de palestras e participação de audiências públicas sobre a água”, informa.

Fotos: Divulgação

Para Emilly de Jesus Oliveira, 16, também do 2º ano, a feira foi muito estimulante. Ela apresentou com seus colegas o projeto “Arborização no município de Poções – Bahia: divulgando o projeto Mangangá”. “O projeto tem o objetivo de arborizar a cidade e desenvolver o sentimento de identidade nos moradores em relação às árvores. O projeto irá beneficiar os moradores do município devido à necessidade de árvores nas vias públicas”, explica a estudante.

A feira também contou com apresentações de trabalhos do projeto estruturante Juventude em Ação, que foram desenvolvidos por estudantes do 3º ano do colégio. Os trabalhos foram apresentados em forma de palestra para o público presente, a exemplo do “Setembro Amarelo: suicídio não é apendas em setembro” e “Mundo da Leitura: Biblioteca Comunitária no Povoado de Morrinhos”.

About the Author