Bahia desencanta e vence a primeira no Nordestão diante do Vitória da Conquista

0
215

bahiaEnfim chegou a vez do Tricolor. Em casa, diante do Vitória da Conquista, o Bahia conseguiu a primeira vitória na Copa do Nordeste 2014. Os donos da casa foram superiores do começo ao fim da partida da noite deste sábado (25), na Arena Fonte Nova, e conseguiram o gol da vitória por 1 a 0 com Anderson Talisca, que marcou na metade do segundo tempo. Antes de abrir o placar, o Bahia ainda levou o susto com dois gols do Bode anulados, mas carimbou o triunfo caseiro na 3ª rodada.
Com quatro pontos, o Esquadrão subiu uma posição no grupo B e sai de campo em terceiro, com a mesma pontuação do Santa Cruz, mas com menos gols de saldo. Mais embaixo o Vitória da Conquista, com apenas um ponto, amarga a lanterna do grupo, que é liderado pelo CSA, com sete pontos.

O confronto volta a se repetir no meio da semana, mas dessa vez na casa do Vitória da Conquista. Na quarta-feira (29), a partir das 21h15, o Bode recebe o Bahia no Lomantão, na cidade de Vitória da Conquista, valendo pela quarta rodada do grupo B da Copa do Nordeste. No outro jogo do grupo o CSA recebe o Santa Cruz no estádio Rei Pelé, partida da quinta-feira (30).

O jogo
O mandante fez valer a posição e quando a bola rolou na Arena Fonte Nova o Bahia logo dominou o jogo. Com a defesa bem posicionada, posse de bola e velocidade, o Tricolor pecava apenas na na qualidade do passe para conseguir efetivar o perigo na área do Bode. O Esquadrão arriscava nos chutes de fora da área e nas bolas cruzadas, mas só chegou com mais força no ataque aos 16 minutos, quando Maxi recebeu sozinho dentro da grande área, tirou de Júnior Gaúcho, mas não caprichou na finalização e a bola passou ao lado do gol.

Para o Vitória da Conquista faltavam caminhos para conseguir oferecer perigo ao Tricolor. Até a metade do primeiro tempo o visitante mal havia chegado na área e praticamente não oferecia perigo para Marcelo Lomba. Em bola parada, aos 25′, o Conquista deu um susto. Rafael Granja cobrou falta da direita, mandou direto para o gol, a bola desviou no jogador do Conquista, entrou, mas o árbitro apontou impedimento e anulou.

O Esquadrão acordou do cochilo depois do susto e voltou a mostrar superioridade no passe de bola.  Na chegada aos 31 minutos, Rhayner ficou perto de marcar quando recebeu na entrada da área, arrancou, invadiu a área pela direita, chutou cruzado e a bola desviou na zaga do Bode antes de sair pela linha de fundo. Depois, aos 36′, foi a vez de Madson receber ótimo passe de Maxi, ficar de cara com o gol, mas também não finalizou bem e a bola parou na zaga do Bode.

Antes do intervalo o Vitória da Conquista voltou a assustar. Depois do lançamento de Rafael Granja, aos 41′, Silvio completou certeiro para o gol, mas Jailson Macedo mais uma vez anulou o gol alegando que Sílvio fez falta em Fahel antes de alcançar a bola.

Na volta para o segundo tempo o Tricolor começou novamente imprimindo velocidade na troca de passes, apertando o Bode, mas seguia faltando o capricho na conclusão. A primeira grande chance do Bahia na etapa final surgiu aos 14 minutos. Wilson Pittoni cobrou falta do lado esquerdo da área, levantou, Lucas Fonseca fez o primeiro desvio, Maxi cabeceou sozinho na segunda trave, de cara com o gol, mas mandou pra fora. No minuto seguinte foi Rafinha que quase fez depois que ficou com a sobra de bola no centro da área, chutou, mas a bola passou tirando tinta da trave.

Os donos da casa continuaram dominando a partida e criando as principais chances do jogo, enquanto o Conquista era obrigado a apenas se defender. Em mais uma jogada de velocidade, aos 19′,  Talisca arranjou ótimo lançamento para Rafinha, ele pegou na intermediária, carregou até a área, chutou cruzado e Neto conseguiu o desvio para evitar o gol. A pressão do Bahia enfim surtiu efeito quando Madson invadiu a área, foi derrubado por Tiaguinho antes de completar o cruzamento e o árbitro marcou a penalidade. Anderson Talisca foi para a cobrança e não perdeu a oportunidade, abrindo o placar do duelo aos 24 minutos do segundo tempo.

Já na frente do placar, o Bahia não recuou, continua apertando os visitantes e oferecendo perigo na área, mas faltou mira para ampliar o placar na primeira vitória do ano.

Bahia 1 x 0 Vitória da Conquista – 3ª rodada do grupo B – Copa do Nordeste
Data: 25/1/2014, sábado, 18h30
Local: Arena Fonte Nova, Salvador
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Dijalma Silva Ferreira Jr e Adailton José Jesus da Silva (BA)

Bahia: Marcelo Lomba, Madson, Lucas Fonseca, Titi e Raul; Wilson Pittoni, Fahel, Hélder (Anderson Talisca) e Maxi Biancucci (Zé Roberto); Rafinha e Rhayner. Técnico – Marquinhos Santos

Vitória da Conquista: Neto; Lorran, Sílvio, Junior Gaucho e Tiaguinho; Edimar, Ramires, Rafael da Granja, Carlinhos (Moisés); Tatu (Vander) e Candinho. Técnico – Evandro Guimarães

Reportagem iBahia:
Esquadrão desencanta e vence a primeira no Nordestão 2014 diante do Vitória da Conquista