Bahia adere ao Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio

0
318
estudantes16Cerca de 20 mil professores, de 1.048 escolas, da rede estadual que ofertam ensino médio deverão ser beneficiados com cursos de formação oferecidos pelo Ministério da Educação (MEC), mediante adesão da Secretaria da Educação do Estado da Bahia ao Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio. Para tanto, os professores e coordenadores pedagógicos deverão se inscrever no SisMedio, sistema informatizado de cadastro, pelo Portal do MEC, que estará aberto a partir desta segunda-feira (20/01).

De acordo com o secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto, o Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio foi desenvolvido pelo MEC em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários da Educação (Consed) e é uma política estruturante para a melhoria da qualidade do ensino nas escolas públicas. “Este é um programa extraordinário porque é focado na melhoria da qualidade do ensino a partir da formação do professor sem tirá-lo da sala de aula. Isso fortalece a dinâmica pedagógica na escola e aqui na Bahia beneficiará diretamente cerca de 500 mil estudantes do ensino médio porque o Pacto Nacional, consequentemente, contribuirá para fortalecer o processo de ensino e de aprendizagem”, afirmou.O programa beneficiará os participantes com bolsas de diferentes valores fornecidas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e que dependem da função a ser desempenhada pelos docentes. Os professores de todas as disciplinas que aderirem terão direito a uma bolsa auxílio de R$ 200 por mês. A formação, de seis horas semanais, acontecerá dentro das escolas e será realizada pelos orientadores de estudo que serão contemplados com bolsa de R$ 765 mensais e também passarão por formação prévia.

Os conteúdos dos módulos formativos serão desenvolvidos por universidades públicas e a formação dos orientadores de estudo será feita pelas próprias instituições de ensino superior. Na Bahia, foram cadastradas a Universidade Federal da Bahia (Ufba), a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (Ufrb) e a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

Fonte: Secretaria de Educação/BA